Mesquita Koutoubia 🇲🇦

A mesquita Koutoubia, uma das maiores do mundo islâmico, é a construção mais imponente e representativa de Marraquexe, sendo mesmo proibido, por lei, qualquer edíficio mais alto do que esta.

Marrocos


Situada na Avenida Mohamed V e visível até 25km de distância, fica mesmo ao lado da Praça Jemaa El-Fna, envolta em jardins onde podemos tirar uma pausa para descansar do reboliço da cidade e maravilhar-nos com a sua majestosidade. No entanto, apenas pode ser admirada do lado de fora, pois é proibida a entrada no seu interior a não-muçulmanos.

Marraquexe

Edificada no século XII, a torre representa o estilo da arquitetura almóada, com linhas simples e austeras, e o seu nome vem de al-Koutoubiyyin, que significa "vendedor de livros", já que nas suas imediações eram comercializados os mais diversos manuscritos.

Marraquesh

A sua predecessora foi destruída pelos almóadas, por não estar correctamente alinhada com Meca, e no seu solo começou a actual construção; aliás, todas as anteriores mesquitas da cidade foram demolidas, como mensagem ao povo de Marraquexe por parte do califado almóada: o seu modo de vida e interpretação do Islão eram os únicos correctos.

Marocco

Nos seus 69 metros de altura, a Koutoubia abriga 6 salas, com rampas entre si, o que permitia ao Almuaden chegar à varanda e proferir o chamamento (Adhan) no momento das preces. Hoje em dia, substituindo o servidor da mesquita, o entoamento de "Allah hu Akbar" - Alá é grande! - pode ser ouvido por altifalantes que ecoam pela cidade, cinco vezes ao dia, convocando os marroquinos à oração.

Marrocos

Iniciado pelo primeiro califa almóada, Abd al-Mumin, que não viveu para ver a sua obra realizada, o minarete só foi terminado quarenta anos depois, no califado de Yaqub el-Mansur, que tinha a pretensão de construir 7 mesquitas e, por isso, ser recebido no céu por 14 virgens.
Reza a lenda que a esposa deste deu as suas jóias de ouro para construir a quarta esfera, mais brilhante do que as três restantes, de bronze, como penitência por não ter cumprido um dia de jejum no Ramadão.

Marrocos

A primeira esfera, com 2 metros de diâmetro, representa o Sol, a segunda a Terra e a seguinte, a Lua. Esta última, é muito utilizada nas bandeiras de países muçulmanos, em formato de meia Lua, como referência ao calendário lunar muçulmano.
À semelhança do Cristianismo, que contabiliza os anos a partir do nascimento de Jesus Cristo, a religião muçulmana data da Hégira - a emigração do Profeta Maomé de Meca, onde nasceu, para Medina - e cada ano tem apenas 354 dias, menos onze do que o ocidental.

Marraquexe

A mesquita da Koutoubia representa o melhor postal da cidade de Marraquexe, por isso não deixe de tirar uma foto quando visitar a praça ou até mesmo à saída do Palácio da Bahia, para ficar como recordação.

Até ao próximo post... O Mundo está ali, mesmo à minha espera!